Crítica | Mr. Robot – 1° Temporada

[SEM SPOILERS]
Sinopse: Elliot (Rami Malek) é um jovem programador que trabalha como engenheiro de segurança virtual durante o dia, e como hacker vigilante durante a noite. Elliot se vê numa encruzilhada quando o líder (Christian Slater) de um misterioso grupo de hackers o recruta para destruir a firma que ele é pago para proteger. Motivado pelas suas crenças pessoais, ele luta para resistir à chance de destruir os CEOs da multinacional que ele acredita estarem controlando e destruindo o mundo.

 
Mr. Robot é uma série de drama e crime que mostra Elliot, um jovem programador que sofre de ansiedade social (que o faz ser antissocial) e trabalha como engenheiro de segurança. O que ninguém sabe é que ele também é um hacker vigilante. A vida dele muda quando o líder anarquista de um grupo de hackers cruza seu caminho e o recruta para destruir a firma que ele é pago para proteger a E.corp, com a ideia de quebrar a roda financeira e libertar a população. A partir disso acompanhamos seus dilemas morais.
 

Essa sinopse pode parecer bem fraca e só mais um modelo com potencial que virou outro enlatado americano, mas aí que você se engana. A série teve um lançamento diferente. Seu episódio piloto foi liberado pela emissora USA antes de sua estreia na televisão, para gerar um interesse no público. O episódio é muito bom, mas me deixou a sensação de série com caso da semana, que tinha um potencial tão grande, mas que se renderia ao formato enlatado, me tirando um pouco o interesse. Posteriormente, a série começa a mostrar que não vai seguir esse caminho, não vai seguir o caminho mais óbvio. Não tem caso da semana e a série vai seguindo o desdobramento das ações dos personagens, e o que ele pode ter feito no piloto pode repercutir na season finale, mas não de um jeito forçado. Tudo segue uma linha orgânica e natural.

 
Mr. Robot tem muitas surpresas e reviravoltas, portanto se ficar curioso sobre algum ator, atriz ou situação não procure na internet pois você pode acabar tomando algum spoiler e tomar spoiler de Mr. Robot faz diferença sim.

Um ponto que nos faz sentir muito mais próximos do protagonista Elliot é que ele quebra a quarta parede, ele fala com o espectador diretamente assim como House of Cards, mas de um jeito mais íntimo e ele fala com frequência o que torna a relação muito mais pessoal com o espectador. Sempre iniciando com um “Hello friend”.
As atuações estão muito boas. Rami Malek,que vive o protagonista, passa toda a ansiedade e delírios que o Elliot sente. A sua interação com o mundo é única e totalmente compartilhada com o espectador pela quebra da quarta parede constantemente (o que é um dos melhores pontos da série). Christian Slatler surpreende como o Mr. Robot, o líder do grupo de hackers. Sua interpretação está surpreendentemente boa. O modo como ele interage com os membros do grupo é um ponto para se destacar. Mas o destaque vai para Martin Wallström que interpreta Tyrell Wellick, o vice-presidente de Tecnologia da E.corp. Ele é ambicioso e faz tudo o que puder para alcançar seus objetivos. As cenas em que ele está tanto com Elliot quanto com sua esposa são sensacionais. Com certeza essa trinca de personagens são o espírito da série, mérito para os roteiristas, atores e diretores que souberam trabalhar esses personagens.

 

Mr. Robot é uma série que você deve aproveitar cada episódio e não assistir a mais de dois por dia. Dê um tempo para absorver o que aconteceu, crie teorias, pense em possibilidades. Mr. Robot não pode ser  perdida sendo vista correndo. Os episódios são pesados, tensos e densos. Várias dicas são dadas ao longo sobre eventos futuros e só assistindo com calma para se aproveitar. Se fosse para explicar rápido Mr. Robot seria uma mistura de Dexter, Matrix e ***** ****( essa ultima não pode ser revelada mas logo depois do episódio final você entende). A segunda temporada foi confirmada e o gancho deixado pela primeira foi espetacular, com direito a cena pós-creditos que levanta milhões de perguntas que talvez só serão respondidas na segunda temporada. Por tudo isso Mr. Robot não merece menos que nota 10. Sendo uma das melhores, se não a melhor série, de 2015.

Nota: 10
TRAILER


INFORMAÇÕES

Nota: 10
Titulo: Mr. Robot
Gênero: Crime, Drama
Criação: Sam Esmail
Direção: Sam EsmailJim McKayTricia BrockDeborah ChowNisha GanatraNiels Arden Oplev e Christoph Schrewe
Duração: 49 Minutos 
Episódios: 10 (Dez)
Temporada: Primeira
 
Elenco: Rami MalekChristian SlaterCarly ChaikinPortia DoubledayMartin WallströmSunita ManiMichel GillBen RappaportFrankie ShawRon Cephas Jones e Stephanie Corneliussen.

Luis Fernandes

Siga o InVader nas redes-sociais, basta procurar por @SiteInVader!