Você conhece Bruce Wayne, a série cancelada do Batman?

Nos anos 1999-2000 a ideia de uma série focada na juventude de Bruce Wayne foi planejada pela Tollin/Robbins Productions. A série teria como base a origem mais aclamada pelos fãs, Batman: Ano Um. Tim McCanlies, que escreveu o roteiro do excelente O Gigante de Ferro, foi contratado para escrever o script do episódio piloto.

A série seria uma mistura de drama com crimes e mistérios. As negociações de direito de transmissão começaram com a HBO, mas a The WB Television Network adorou a ideia e sabia que poderia ser sua próxima série de sucesso, junto com Buffy e Angel. Mas o ‘excelente‘ diretor de Batman & Robin, Joel Shumacher, estava com uma ideia de fazer um filme de origem para o Batman, desta vez mais sério e usando Ano Um como base. Darren Aronofsky até assinou o contrato para ser o diretor do longa.

Apesar da divisão televisiva adorar a ideia de uma série, os produtores dos filmes estavam mais interessados em colocar a franquia de volta no eixo. Mas e a série? Ela não chegou nem a pré produção, mas existiam rumores de que Shawn Ashmore (Homem de Gelo, da franquia X-Men) estaria negociando para viver Bruce Wayne, e o até então desconhecido Michael Rosenbaum (nosso querido Lex Luthor de Smallville) estava cotado para viver Harvey Dent.

O roteiro do piloto foi liberado e por incrível que pareça foi bem fiel e poderia dar uma série muito boa (para época), mas o conceito de série que mostra a origem de um super-herói não foi descartado… adivinhe que série nasceu disso: “Saaaaambaaarrrry Saaaaave Meeee!!!!” Isso mesmo, Smallville.

Smallville só existiu graças ao cancelamento da série sobre a origem do Batman (que ironicamente contaria com a participação de um jovem do Kansas, em algum ponto da série). Durante minhas pesquisa descobri o porquê de nós nunca vermos vôo ou capas em Smallville e esta culpa pertence à Peter Rough, o ainda presidente executivo da WB Television, que tinha a exigência de não ter isso na série. Hoje em dia esses elementos são pré requisitos mínimos.

Bruce Wayne estava sendo desenvolvida para ter entre cinco e seis temporadas. Nela os episódios começariam sendo narrados como se Alfred estivesse contando suas memórias para alguém. Bruce investigaria o declínio e corrupção que existe em Gotham e como a companhia da sua família estaria envolvida. A princípio ele seria contra investigar, mas mudaria de ideia. Os coadjuvantes teriam seus arcos próprios. O arco do Detetive Gordon envolveria a corrupção na polícia e seu maior inimigo seria o Sargento Flass. Harvey Dent seria o melhor amigo do Bruce e seu arco envolveria o pai abusivo, a infância problemática, sua formação em Direito até sua queda, se tornando o Duas Caras. Bruce se envolveria com diversas mulheres que teriam um papel relevante em seu futuro, desde Susan Dent (que até então seria seu par romântico oficial), Barbara Gordon, Vicky Vale e até mesmo a jovem estudante de psiquiatria Harleen Quinzel.


Mais de uma década depois vemos que outra série pode ter bebido da fonte desse roteiro, mas com algumas alterações em certos pontos e, é claro, aparentemente Arrow também bebeu dessa fonte.

Luis Fernandes

"Nós dois fitamos o abismo, mas quando ele olhou de volta, você piscou"