Crítica – O Bom Dinossauro

Ficando próximo da qualidade de longas como Valente (2012) e longe dos méritos de filmes como Divertida Mente (2015), O Bom Dinossauro mostra que a Pixar é um estúdio que prima pela qualidade técnica de suas produções, mas o roteiro vez ou outra falha. O coração que os filmes do estúdio possuem está lá. Aquele sentimento de carinho e entrega para o bem do próximo também.

Ler mais

Crítica – Divertida Mente

Mostrando que as mentes criativas da Pixar, comandadas pelo mestre John Lasseter, ainda podem produzir muito material bom, original, com conceito e genial, Divertida Mente, que possui dois anos de intervalo desde o último filme da Pixar (tempo necessário para que Lasseter colocasse a casa em ordem), é um filme cativante e criativo. Deve ser visto nos cinemas com as crianças, que com certeza ficarão encantadas com Riley e suas emoções.

Ler mais